segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Viagem




Andasse eu de avião...
Em 55 cm x 40 cm x 20 cm
No dia em que as cicatrizes do peito já não guardassem segredos,
emalava a pele, a carne, os ossos
e partia à procura de um novo corpo
sem receio das tempestades.

(Qualquer bagagem na alma é suficiente para voar sem tirar os pés do chão)

JFV
1/10/2014