terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Não passa este tempo de atenções apressadas





 Francis Bacon. Three Studies for a Crucifixion

Não passa este tempo de atenções apressadas
e de enfeites a escorrerem por corações podados à pressa.
Há quem se esforce,
quem se torça
para que a esmola não entorne e manche o longo manto
que se desenrola aos pés da virgem da época.
E esta azáfama frita a boa vontade
perfumada de óleo rançoso.
O amor, e outros sentimentos mais ou menos indigestos,
servem-se em fartura (sempre por debaixo da consciência).
E é nesse tempo que não passa que engordamos a piedade.


JFV

Dezembro-2015